Neuropatia de Fibras Finas em um caso de Artrite Psoriásica

Diagnóstico por Imagem Infravermelha

  • Claudia Maria Duarte de Sá Guimarães Universidade de São Paulo
  • Luciane Fachin Balbinot Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre Brasil, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, Brasil
  • Marcos Leal Brioschi Divisão de Neurologia e Neurocirurgia, Hospital das Clinicas, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, Brasil http://orcid.org/0000-0003-4822-8314

Resumo

A neuropatia periférica ocorre como consequência dos distúrbios metabólicos nos pacientes com diabetes mellitus e hipotireoidismo, situações carenciais (deficiências de vitamina B12 e folato), associada a quadros clínicos tóxicos (etilismo, exposição a metais pesados), infecciosas (sífilis, HIV), entre outras causas, como medicamentos. A polineuropatia típica, associada principalmente ao diabetes é simétrica, distal e correlacionada com o dano progressivo tanto de fibras somáticas como neurovegetativas. A técnica de captação de imagens infravermelhas (termografia médica) consiste no registro da temperatura a partir da irradiação infravermelha da pele, o termograma que permite tanto uma análise qualitativa quanto quantitativa da distribuição térmica cutânea. O tônus vasomotor é regulado pelas fibras simpáticas finas tipo C e, portanto, sua disfunção pode ser identificada pela alteração de padrões de temperatura cutânea, sobretudo, sob manobras provocativas neurovegetativas, como o uso de estímulo frio (em inglês Cold Stress Test). Avaliou-se um homem de 60 anos, que procurou atendimento para tratamento de onicomicose crônica no hálux direito em uso de adalimumabe, metotrexate e deficiência de vitamina B12 através da termografia, verificando-se instabilidade vasomotora simpática anormal nas plantas dos pés.

Publicado
Jun 20, 2018
Como Citar
GUIMARÃES, Claudia Maria Duarte de Sá; BALBINOT, Luciane Fachin; BRIOSCHI, Marcos Leal. Neuropatia de Fibras Finas em um caso de Artrite Psoriásica. Pan American Journal of Medical Thermology, [S.l.], v. 4, p. 33-37, jun. 2018. ISSN 2358-4696. Disponível em: <https://abraterm.com.br/revista/index.php/PAJMT/article/view/67>. Acesso em: 01 dez. 2021.
Seção
Relato de Caso

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es).