Imagem infravermelha no diagnóstico das doenças dos pés

  • Claudia Maria Duarte de Sá Guimarães Universidade de São Paulo
  • Marcos Leal Brioschi Pós-Graduação em Termologia Clínica e Termografia- HC-FMUSP http://orcid.org/0000-0003-4822-8314
  • Eduardo Borba Neves Instituto de Pesquisa da Capacitação Física do Exército- IPCFEx
  • Luciane Fachin Balbinot Pós-Graduação em Termologia Clínica e Termografia- HC-FMUSP
  • Manoel Jacobsen Teixeira Departamento de Neurologia, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

Resumo

Este trabalho tem como objetivo apresentar a técnica de registro de imagens infravermelhas dos pés como método de avaliação neurovascular para identificar comorbidades usando um método não invasivo. Método: Durante o período de março de 2015 e fevereiro de 2017, foram avaliados 22 pacientes portadores de onicomicose crônica. O registro das imagens infravermelhas foi efetuado com câmera térmica Flir® modelo T420bx, FOL 18mm, resolução IR320 x 240, sob condições de controle de circulação de ar (< 0,2ms), temperatura ambiente de 23°C. Resultados: Foram identificadas 6 áreas de interesse de acordo com o território neurovascular de uma determinada região dos membros chamado de angiossoma, que foram estudadas com a comparação das áreas impares nas plantas do pé esquerdo e pares nas plantas no pé direito. Embora a amostragem seja pequena, observou-se estatisticamente uma tendência à onicomicose subungueal distal lateral (OSDL) nos diabéticos em relação à onicomicose distrófica total (ODT). Conclusões: O exame por imagem infravermelha pode avaliar precocemente alterações vasculares, ortopédicas e neurológicas e servir de ferramenta para rastrear comorbidades sistêmicas ou locoregionais dos membros inferiores.

Publicado
Jun 21, 2018
Como Citar
GUIMARÃES, Claudia Maria Duarte de Sá et al. Imagem infravermelha no diagnóstico das doenças dos pés. Pan American Journal of Medical Thermology, [S.l.], v. 4, p. 7-14, jun. 2018. ISSN 2358-4696. Disponível em: <https://abraterm.com.br/revista/index.php/PAJMT/article/view/66>. Acesso em: 01 dez. 2021.
Seção
Artigos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es).